Fev
5
Sáb
EXPOSIÇÃO – FERNANDO MORGADO – MEMÓRIAS NASCIDAS NO BARRO @ Museu de Olaria
Fev 5@3:30 pm_Abr 3@5:30 pm
[:pt]EXPOSIÇÃO - FERNANDO MORGADO – MEMÓRIAS NASCIDAS NO BARRO[:en]Exhibition - FERNANDO MORGADO – MEMORIES BORN IN CLAY[:] @ Museu de Olaria

Nascido em Galegos (Santa Maria), no dia 15 de outubro de 1927, filho de Américo Morgado e de Ana de Jesus Correia de Abreu, ambos mestres artesãos nas artes de moldar o barro. As suas origens foram o motor para que, desde a sua meninice, o barro se tenha tornado uma presença constante na sua vida. A sua longa história conta hoje com 94 anos, plenos de aventuras, tantas, que temos de as peneirar um pouco para mergulhar no verdadeiro espírito do barrista.

O seu percurso no barro começa aos 12 anos, para ajudar a família. Assim, vai trabalhar por conta de dois irmãos mais velhos, na pintura de peças de figurado e louças que seriam vendidas em feiras. Somou experiência e, pouco tempo depois, começa a ser chamado por outros barristas da região para pintar artigo, ganhando à peça. Foi nesta fase da sua vida que, não raras vezes, pintou galos de Barcelos para Domingos Coto, conhecido mestre do artesanato de Barcelos e, muito provavelmente, o primeiro a fazer o Galo de Barcelos na roda de oleiro. Aos 24 anos, corria o ano de 1952, emigrou para o Brasil, onde se junta a um irmão, com quem vai trabalhar numa fábrica de cerâmica no município de Niterói, no estado do Rio de Janeiro. Neste local, mais precisamente em 1954, pouco antes de se estabelecer por conta própria, fez a sua primeira peça de figurado – o busto de seu pai. Todavia, até que volte a produzir figurado irão passar várias décadas. Foi ainda neste ano que fundou com o seu irmão a empresa de decoração “Cerâmica Artística e Regional”, dedicando-se à produção de filtros para água, vasos e outras cerâmicas decorativas. O falecimento do seu pai em 1962 precipitou o seu regresso a Portugal no ano seguinte, porém não o fez sem antes casar com Palmira Duarte Silva, também ela portuguesa, de Viseu, e emigrada no Brasil.

De volta a Barcelos, foi novamente o barro que lhe concedeu meios para sustentar a sua família e criar 5 filhos, através da fundação da empresa de “Decorações Canta Galo”, que laborou entre 1963 e 1990, na produção de louças e cerâmica decorativa. O fim da sua atividade empresarial, no exigente ramo da cerâmica, foi ditado por motivos de saúde. Assim, passou à condição de reformado, porém esta não lhe tirou o gosto pelo barro, antes pelo contrário, motivou a sua dedicação em exclusivo à sua arte de coração – o Figurado, passando a criar peças que retratam o mundo que o rodeia, como por exemplo motivos religiosos, folclore, profissões, cenas do mundo rural e muitas tradições. Pode mesmo afirmar-se que é um dos artesãos de Barcelos que melhor retrata a temática das tradições e do mundo rural no Minho. É um trabalho único, todo ele realizado manualmente, cozido, pintado à mão, e amplamente marcado pela expressividade que transmite, assim como pela utilização de tons da natureza onde predominam cores pastel.

Hoje, conserva em sua casa, que se situa mesmo ao lado daquela onde nasceu, no início do século XX, centenas de criações que refletem as duas últimas décadas, altura em que o barro, nas suas mãos, passou a contar histórias, que são do mais puro Figurado de Barcelos. Neste dealbar de 2022 e com 94 anos, Fernando Morgado, que nasceu com o barro e dele fez a sua forma de vida, já não produz o seu tão amado figurado, que de resto deixou de produzir em 2019, quando as mãos cederam às vontades da idade. Porém, a criatividade, somada às inopinadas memórias e resiliência, permanece absolutamente intacta. Há não muito tempo, no decurso de uma entrevista, quando questionado sobre qual a frase que melhor o caracterizava enquanto homem ligado à olaria, respondeu “NÓS NASCEMOS DO BARRO E COM CERTEZA MORREMOS NO BARRO”.

 

 

Produção da Exposição

Mar
10
Qui
Museu Sénior – SERVIÇO EDUCATIVO E DE ANIMAÇÃO @ Museu de Olaria
Mar 10@12:19 pm

SERVIÇO EDUCATIVO E DE ANIMAÇÃO

MUSEU SÉNIOR

O Museu de Olaria possui um programa específico para público sénior, que visa reavivar a memória para momentos de outrora, onde a presença das peças aqui expostas, eram parte do seu quotidiano.

VISITE, PARTICIPE E VIVENCIE ESTA EXPERIÊNCIA

1 – VISITAS ORIENTADAS

Visitas em diálogo orientado. Nestas visitas os participantes são convidados a partilhar e a relacionar as suas experiências de vida com os conteúdos das exposições de forma a privilegiar e valorizar a troca de saberes e experiências.

1.1- VISITA ORIENTADA À EXPOSIÇÃO DE OLARIA

Na exposição “Olaria e Norte de Portugal”, estão patentes diversas peças de olaria portuguesa que fizeram parte do quotidiano de muitas gerações e que seguramente irão provocar diversos sentimentos e recordações.

Talhas, cântaros, potes e alguidares são alguns dos objetos que podem ser observados durante a visita guiada à exposição, bem como as rodas de oleiro, o masseirão ou o cesto onde se carregava o barro.

Também as fotografias nas paredes, favorecem a evocação das memórias de si já longínquas, mas que, ao se apresentarem de forma tão inequívoca na exposição irão orientar os nossos visitantes para momentos específicos da sua vida.

Preço: 1.10€/ participante

Duração da atividade: 60 minutos

Marcação Obrigatória

1.2- VISITA ORIENTADA À EXPOSIÇÃO DO FIGURADO

Nesta visita os participantes podem conhecer e apreciar peças do Figurado de Barcelos, com representações e temas que vão desde o quotidiano (profissões, pessoas, festividades) aos temas religiosos (santos, presépios, Cristos). Uma viagem que vai dar a conhecer, as representações, as as formas e as cores do figurado pintado e do vidrado.

Preço: 1.10€/ participante

Duração da atividade: 60 minutos

Marcação Obrigatória

2- VISITAS ORIENTADAS COM OFICINA DE CERÂMICA

Esta atividade além de uma visita à exposição escolhida, promove também o desenvolvimento de uma atividade dentro do seu contexto.

Permitindo aos participantes a total liberdade de experimentar e se expressar através do barro, as atividades incluem uma visita orientada às exposições do museu e a realização de uma atividade em oficina.

2.1- EXPOSIÇÃO DE FIGURADO – BRINQUEDOS DA MINHA INFÂNCIA

Através da atividade “Brinquedos da minha Infância”, lembranças pueris irão surgir nos pensamentos dos nossos visitantes, que irão pintar ou modelar ( mediante escolha da atividade), um brinquedo que lhes irá trazer seguramente as mais doces recordações desses tempos.

Pretende-se remeter para a infância os momentos de partilha que surgirão deste encontro para que se possa desenvolver a atividade em sustentabilidade com a mesma.

Opção 1 – Oficina de modelagem em Barro

Opção 2 – Oficina de pintura de peça

Preço: 2.20€/ participante

Duração da atividade: 90 minutos

Marcação Obrigatória

2.2 – EXPOSIÇÃO DE OLARIA – NO MEU TEMPO ERA ASSIM….

No meu tempo era assim…” …que se dizia, …que se transportava, …que se fazia.

Nesta atividade, após uma aprazível visita à exposição de Olaria, os nossos participantes, entre dois dedos de conversa irão pintar ou modelar ( mediante escolha da atividade), um objeto utilitário ou algo que o represente e que relembre os tempos em que o dia começava antes do galo cantar e onde as peças de olaria eram uma constante no dia a dia.

Opção 1 – Oficina de modelagem em Barro

Opção 2 – Oficina de pintura de peça

Preço: 2.20€/ participante

Duração da atividade: 90 minutos

Marcação Obrigatória

2.3 – EXPOSIÇÃO DO GALO DE BARCELOS- E O GALO CANTOU…

Oficina de pintura de Galo

Diz a lenda que há muito tempo atrás, um galo já morto e cozinhado, inocentou um peregrino de uma morte certa, quando, no momento do seu enforcamento se levantou e cantou.

Nesta atividade e após uma visita à exposição do Galo de Barcelos, os participantes irão poder dar cor e vida ao seu galo feito em barro. Recriando assim, aquele que é o símbolo da cidade e do país.

Preço: 2.20€/ participante

Duração da atividade: 90 minutos

Marcação Obrigatória

As atividades deste programa são ajustadas às necessidades de cada grupo Sénior.

Marcações e informações:

Museu de Olaria

Rua Cónego Joaquim Gaiolas

4750 – 306 Barcelos

Telefone: 253 824741

E-mail: museuolaria@cm-barcelos.pt

E-mail Serviço Educativo e de Animação: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

Horário do Museu: Terça a sexta-feira: 10H00 – 17H30

Sábado, domingo e feriados: 10H00 – 12H30 | 14H00 – 17H30

Mar
19
Sáb
Dia do Pai @ R. Cónego Joaquim Gaiolas
Mar 19@2:00 pm
[:pt]Dia do Pai[:] @ R. Cónego Joaquim Gaiolas

DIA DO PAI

Comemora-se no dia 19 de Março o dia do pai, e o Museu de Olaria irá celebrar com os mais novos esse dia tão importante.

Assim, com a participação da artista Maria Carvalho, será desenvolvida uma atividade muito especial onde, irão criar o seu pai super-herói, através da modelagem no barro, com a aplicação de alguns acessórios.

A atividade é gratuita e será dividida em duas sessões que serão realizadas nos dias 19 e 26 de março, com início pelas 14:00 no Museu de Olaria e cada sessão será precedida de uma visita guiada a uma das exposições do Museu.

Podem participar crianças entre os 3 e os 12 anos, acompanhadas por um elemento.

Para poderem participar é necessária a realização de inscrição através do email: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

As inscrições são limitadas.

Abr
12
Ter
Férias da Páscoa no Museu de Olaria – 2022 | Programação para Inscrição individual e para grupos @ Museu de Olaria
Abr 12_Abr 14 todo o dia

FÉRIAS DA PÁSCOA NO MUSEU DE OLARIA 2022

Dias 12, 13 e 14 de abril

 

 

PROGRAMA DE ATIVIDADES PARA INSCRIÇÃO INDIVIDUAL

Crianças dos 6 aos 12 anos de idade

Das 10h às 12h

1,10€/ Atividade

Inscrição Obrigatória *

ATIVIDADES

Dia 12 – O MUNDO DAS PERSONAGENS – Oficina de Modelagem em Barro

Após a visita à exposição da Tradição à Inovação – Os Novos Rumos do Figurado de Barcelos, com especial incidência na temática das personagens históricas e figuras de ficção, desafiamos os participantes a criarem uma peça alusiva a uma personagem do seu gosto.

Dia 13 – DE TELHA EM TELHA – Oficina de Pintura

Através da visita à exposição Olaria e Norte de Portugal irá abordar-se a função dos objetos patentes. De seguida, num exercício que apela à criatividade das crianças e jovens, vamos questionar sobre que outras funções poderiam ter estas peças.

Em oficina os participantes, sob a temática da Páscoa e utilizando uma telha, vão através da pintura fazer uma representação alusiva à Páscoa.

Dia 14 – COM CORES E PURPURINAS VAMOS BRINCAR! – Pintura de peças

Após a visita à exposição patente na Sala da Capela, e uma abordagem sobre a pintura e decoração de peças, os participantes vão realizar uma atividade com cola e purpurinas para criar uma lembrança da Páscoa. Além disso, é também hora de dar cor às peças criadas na atividade O Mundo das Personagens”.

Inscrição Obrigatória *

E-mail: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

Museu de Olaria

Rua Cónego Joaquim Gaiolas

4750 – 306 Barcelos

Horário do Museu: Terça a sexta-feira: das 10h às 17:30h

Sábado, domingo e feriados: das 10h às 12:30h e das 14h às 17:30h

Telefone: 253 824741

E-mail: museuolaria@cm-barcelos.pt

FERIAS DA PÁSCOA NO MUSEU DE OLARIA 2022

PROGRAMA DE ATIVIDADES PARA GRUPOS

De entidades (Associações, Atls, Centros de estudos, Juntas de Freguesia, etc)

Dias 12, 13 e 14 de abril

Para crianças dos 6 aos 14 anos

Das 14:30H às 16:30H

1.10€/ Participante

Inscrição Obrigatória

E-mail: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

O MUNDO DAS PERSONAGENS – Oficina de Modelagem em Barro

Após a visita à exposição da Tradição à Inovação – Os Novos Rumos do Figurado de Barcelos, com especial incidência na temática das personagens históricas e figuras de ficção, desafiamos os participantes a criarem uma peça alusiva a uma personagem do seu gosto.

O GALO DE BARCELOS NA PÁSCOA TAMBÉM CANTA – PINTURA DO GALO

No decorrer da visita à exposição da Tradição à Inovação, será abordado o galo de Barcelos e a suas diferentes formas e cores que podemos encontrar expostas. Assim, pretende-se que os participantes possam pintar, apelando à sua imaginação, o seu galo de Barcelos tendo como exemplo as interpretações já vistas no âmbito desta exposição.

Inscrições e informações:

E-mail: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

Museu de Olaria

Rua Cónego Joaquim Gaiolas

4750 – 306 Barcelos

Horário do Museu: Terça a sexta-feira: das 10:00 às 17:30 horas

Sábado, domingo e feriados: das 10:00h às 12:30h e das 14:00h às 17:30h

Telefone: 253 824741

E-mail: museuolaria@cm-barcelos.pt

Abr
14
Qui
Mestres do Barro Negro – Joaquim Alvelos e José Maria Rodrigues @ R. Cónego Joaquim Gaiolas
Abr 14@5:00 pm_Jun 18@5:30 pm
[:pt]Mestres do Barro Negro - Joaquim Alvelos e José Maria Rodrigues[:en]Masters of Black Clay - Joaquim Alvelos and José Maria Rodrigues[:] @ R. Cónego Joaquim Gaiolas

As dobras e torções da Serra de Montemuro, lugar de segredos seculares, guardavam uma antiga comunidade de oleiros que chegou até aos nossos dias. Encravada entre os Rios Douro e Paiva, foi berço de incontáveis mãos que giraram a roda baixa. Nos seus montes, maços e  picos de sovar em riste golpeavam a argila encharcada. O chão cravejado de soengas, abertas como entradas de formigueiros, onde fumo e barro se fundiam, resultando num barro negro. 

Neste cenário, separados por quase 15 anos, vieram ao mundo José Maria Rodrigues (1906) Joaquim Alvelos (1920). Iniciaram a sua vida profissional ainda em criança – os tempos era outros – no seio familiar, aprendendo o ofício com seus pais. A mudança dos paradigmas de consumo levou-os a empreender, passando da olaria para o figurado. Ainda que nunca tivessem abandonado na totalidade a primeira, destacaram-se e ficaram conhecidos pela segunda. Algo que os levou a percorrerem o país de lés a lés, sendo presença em inúmeros certames de artesanato.

A persistência da memória encerrada nas criações de ambos, traz um universo esquecido para a luz dos nossos dias.

A exposição, Mestres do Barro Negro – Joaquim Alvelos e José Maria Rodrigues, dá-nos a conhecer os obras deste dois memoráveis e derradeiros artistas da cerâmica viseense.

O Museu de  Olaria agradece à Dr.ª Alexandra Ribeiro Simões a colaboração na realização desta exposição.

 

PRODUÇÃO DA EXPOSIÇÃO

 

 

 

 

Mai
5
Qui
BOM DIA CERÂMICA | BARCELOS 2022
Mai 5@11:28 am_12:28 pm
[:pt]BOM DIA CERÂMICA | BARCELOS 2022[:en]GOOD MORNING CERAMICS | BARCELOS 2022[:]

Para consultar o programa clique na imagem abaixo:

Mai
6
Sex
COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS E NOITE EUROPEIA DOS MUSEUS
Mai 6@4:28 pm_5:28 pm
[:pt]COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS E NOITE EUROPEIA DOS MUSEUS[:]

Em 2022 as comemorações do Dia Internacional dos Museus celebram o PODER DOS MUSEUS e o Museu de Olaria aposta na promoção dos Caminhos do Barro entre Culturas, com um conjunto de ações de internacionalização tendentes à promoção comum das cerâmicas de Barcelos e do Tarrafal em Cabo Verde.

Para consultar o programa, clique na imagem abaixo:

Mai
9
Seg
Encontro Internacional “Caminhos do Barro entre Culturas”
Mai 9@3:18 pm_4:18 pm
[:pt]Encontro Internacional “Caminhos do Barro entre Culturas”[:en]e[:]

O  Encontro Internacional “Caminhos do Barro entre Culturas” irá decorrer no Museu de Olaria de Barcelos, no próximo dia 21 de maio, com início pelas 15h00.

Participação gratuita. Inscrições limitadas e obrigatórias para o email: museuolaria@cm-barcelos.pt

 

Mai
11
Qua
A BANDA VAI PASSAR – Residência Artística com a escultora Liliana Velho
Mai 11@11:48 am_12:48 pm
[:pt]A BANDA VAI PASSAR - Residência Artística com a escultora Liliana Velho[:en]A BANDA VAI PASSAR - Artistic Residency with the sculptor Liliana Velho[:]

A Banda Vai Passar

Projeto inspirado nas peças desenhadas pelos artesãos da região e que contribuem para o enriquecimento do Figurado de Barcelos. Entre procissões, presépios, santos, cabeçudos ou milhares minhotas, foram escolhidos os músicos para tema principal deste projeto. As peças a realizar irão refletir o contexto rural e celebrar os 240 anos da Banda de Oliveira e as suas ocarinas.

Durante esta residência será criada uma escultura para o jardim da Casa da Criatividade, assim como uma série de ocarinas e apitos.

Mai
17
Ter
Concerto com “Zézé Barbosa” – 21 de maio | 22h00 | Museu de Olaria
Mai 17@10:53 am_11:53 am
[:pt]Concerto com "Zézé Barbosa" - 21 de maio | 22h00 | Museu de Olaria[:en]Concert with  Zézé Barbosa | May 21 | 22h00pm | Pottery Museum[:]

Neste ano, o Museu de Olaria, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, do Programa Bom Dia Cerâmica e da Noite Europeia dos Museus, decidiu dedicar o mês de maio à partilha de culturas, colocando em destaque as tradições de Cabo Verde. 

No próximo dia  21 de maio, pelas 22h00 e para celebrar a Noite Europeia dos Museus, irá decorrer no Museu de Olaria um concerto de morna –  género musical tradicional de Cabo Verde –  que contará com a atuação do músico Zézé Barbosa.

Entrada Livre.