Mai
17
Sáb
Exposição Olaria Norte de Portugal @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas
Mai 17 2014@12:00 am_Jan 31 2021@12:00 am
[:pt]Exposição Olaria Norte de Portugal[:en]Pottery from Northern Portugal[:] @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas

Esta exposição é composta de peças de louça utilitária pertencentes aos mais importantes centros oleiros do norte de Portugal. Este tipo de loiça respeita à olaria destinada aos usos domésticos mais comuns e dava resposta às necessidades familiares. Aqui se encontram, portanto, peças de louça preta, louça vermelha fosca e louça vidrada de Parada de Gatim, Barcelos, Guimarães, Bisalhães, Vilar de Nantes, Selhariz, Pinela, Felgar e Gondar.

Outrora utilizada em todas as casas portuguesas, a louça utilitária começou a cair em desuso a partir da década de setenta do século passado, em detrimento dos utensílios de plástico e de metal.

 

 

 

 

 

 

 

 

VISITA VIRTUAL

 

 

Set
30
Dom
Barros do Telhado @ Freguesia do Telhado - Fundão
Set 30 2018@12:00 am_Mai 16 2021@12:00 am
[:pt]Barros do Telhado[:] @ Freguesia do Telhado - Fundão

No âmbito do projeto a “Casa do Barro” foi estabelecido um protocolo de colaboração entre o Município do Fundão e o Município de Barcelos, tendo em vista a cooperação para a dinamização da Casa do Barro, na freguesia do Telhado, concelho de Fundão, através do Museu de Olaria, com o empréstimo de peças do espólio do museu. Promover e desenvolver espaços culturais e a melhoria da qualidade de vida das populações locais pela sua fixação em meio rural é um dos objetivos deste projeto, nomeadamente no que respeita à gestão e manutenção deste espaço através da colaboração entre as duas instituições.

Horário de Funcionamento:
Segunda a sexta-feira: 09h00 às 13h00 | 14h00 às 18h00

*Entrada Gratuita

Jan
2
Qua
Revisitar o Figurado
Jan 2 2019@12:00 am_Dez 31 2020@12:00 am
Revisitar o Figurado

Horário ao público:
Terça a sexta-feira: 10h00 às 17h30
Sábados, domingos e feriados: 10h00 às 12h30  | 14h00 às 17h30

*Entrada Gratuita

VISITA VIRTUAL

Jun
3
Seg
Cidades e Vilas Cerâmicas
Jun 3 2019@12:00 am_Dez 31 2020@12:00 am

Barcelos é um dos fundadores da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas Cerâmicas

A AptCC tem como objetivos, entre outros, a defesa, a valorização e a divulgação do património cultural e histórico cerâmico, o intercâmbio de experiências entre associados e a nível internacional, bem como a consciencialização de empresários e das comunidades locais para a importância histórica e patrimonial da cerâmica, seja na vertente artesanal como industrial, e ainda evidenciar o seu potencial para a sustentabilidade económica e social das cidades e vilas associadas.

A escritura da constituição da associação foi assinada pelos 14 municípios envolvidos, numa cerimónia que contou com a presença de representantes do Agrupamento Europeu das Cidades Cerâmicas.

Além de Barcelos, fazem parte deste grupo de arranque da AptCC os municípios de Alcobaça, Aveiro, Batalha, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares.

“Barcelos assume-se como um grande centro da olaria e figurado no contexto nacional,  reconhecida pela UNESCO como Cidade Criativa na área do Artesanato e Artes Populares. 

Historial da AptCC

O processo de criação da AptCC foi lançado no início de janeiro de 2015, numa reunião em Mafra com os municípios interessados, a que se seguiu uma segunda reunião nas Caldas da Rainha, tendo sido concluído a 15 de março do 2016, em Aveiro, o processo de elaboração e discussão dos estatutos da associação.

Este processo de elaboração estatutária passou pela aprovação desses documentos fundadores por todos os executivos camarários e assembleias municipais, posteriormente submetidos ao visto do Tribunal de Contas, nos termos da legislação vigente, processo concluído no início de 2018.

Esta iniciativa,  foi estimulada pela visita do coordenador europeu e simultaneamente italiano das cidades cerâmicas, acompanhado pelo coordenador espanhol, em dezembro de 2014, que executavam uma missão do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial das Cidades Cerâmicas, com vista ao estabelecimento, na maioria dos países europeus, das respetivas associações de cidades cerâmicas.

 

 

Out
1
Ter
Serviço Educativo | atividades para a comunidade escolar @ Museu de Olaria
Out 1 2019@12:00 am_Jun 30 2020@12:00 am
Fev
15
Sáb
O Figurado de Rosa Ramalho na Coleção do Espanhol @ Museu de Olaria
Fev 15 2020@12:00 am_Jan 20 2021@12:00 am
[:pt]O Figurado de Rosa Ramalho na Coleção do Espanhol [:] @ Museu de Olaria

O figurado de Rosa Ramalho na coleção de Juan Yebra-Pimentel Rodriguez “ O espanhol”

Esta exposição é o resultado de uma grande amizade nascida em finais dos anos 60 entre Juan Rodriguez e Rosa Ramalho, a quem carinhosamente chamava de Rosinha.

Juan Rodriguez, apercebendo-se da criatividade desta mulher do Minho, e sendo ele escultor e um apaixonado pela mitologia grega, acaba por solicitar-lhe a produção de peças por ele desenhadas, algumas inteiramente desconhecidas do grande público, numa conjugação do imaginário dos dois artistas unidos na arte e no amor pelo barro.

Destaca-se nesta exposição a dimensão das peças que altera a função do figurado como brinquedo, para obras de culto, apreciadas por um público adulto e citadino.

A coleção de Juan Yebra Pimentel Rodriguez que o Museu de Olaria expõem na sala dedicada ao figurado, é uma coleção excecional, um tesouro até hoje bem guardado, que o museu coloca à vista de todos.

VISITA VIRTUAL

Abr
8
Qua
Museu Cá em Casa
Abr 8_Abr 30 todo o dia
[:pt]Museu Cá em Casa[:]

 

       Brevemente Disponível

Abr
22
Qua
Museu online
Abr 22_Jul 31 todo o dia
[:pt]Museu online[:]

                              

   

 

2. Rota da Olaria

3. Rota do Figurado

https://youtu.be/TTrRfY-NQok

Mai
16
Sáb
Bom Dia Cerâmica 2020
Mai 16 todo o dia
[:pt]Bom Dia Cerâmica 2020 [:]

Município de Barcelos associa-se ao “Bom Dia Cerâmica”

Nos dias 16 e 17 de maio, 16 cidades e vilas cerâmicas portuguesas juntam-se ao evento europeu “Bom Dia Cerâmica”, este ano com caráter virtual devivo à pandemia Covid19

O Município de Barcelos volta a associar-se à iniciativa europeia “Bom dia Cerâmica” que se realiza nos dias 16 e 17 de maio, desta vez de carácter virtual devido à pandemia Covid-19.

Respondendo ao desafio da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica, Barcelos privilegiará nestes dias o envolvimento digital das cidades portugueses e europeias com cerâmica através da apresentação de filmes e séries de fotografias nas redes sociais e canal youtube do Município de Barcelos.

Assim, nos dias 16 e 17 de maio será divulgado material fotográfico e audiovisual ao público nas redes sociais, acompanhado de contextualização e interpretação, com o propósito de dar a conhecer elementos referenciais da produção cerâmica, que permitam compartilhar a excelência e diversidade da criação europeia. Os eventos serão publicados em sucessão na página Facebook, no canal youtube do Município de Barcelos e no site do Museu de Olaria.

Nestes dias será ainda lançada uma iniciativa intitulada “selfies cerâmicas” dedicada a ceramistas, entusiastas, operadores, stakeholders e, em geral, ao que seria o público habitual do programa “Bom Dia Cerâmica”.

Lançado há vários anos pelas cidades cerâmicas italianas, o “Bom Dia Cerâmica” tem o apoio da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica e pretende chamar a atenção para a importância da cerâmica na Europa, estendendo-se a cerca de duas centenas de cidades cerâmicas de Itália, Portugal, França, Espanha, Roménia, Alemanha, República Checa e Polónia. Em Portugal participam as cidades e vilas cerâmicas que integram a associação, nomeadamente Barcelos, Reguengos de Monsaraz, Alcobaça, Tondela, Aveiro, Oliveira do Bairro, Viana do Alentejo, Montemor-o-Novo, Redondo, Batalha, Vila Nova de Poiares, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Porto de Mós e Viana do Castelo.

Em Portugal podemos encontrar mais de uma centena de cidades e vilas que, ao longo da sua história estiveram ligadas à cerâmica, mantendo-se ainda ativas um número muito considerável, nomeadamente as que estão ligadas à Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica, com uma atividade económica importante e com expressão nas pessoas que a trabalham de forma artesanal, criativa ou industrial.

No nosso país a cerâmica tem também uma importante expressão na construção, na decoração das fachadas, nos objetos utilitários e decorativos que a quase totalidade da população usa, bem como na expressão museológica que atrai tantos turistas ao nosso país.

Existe uma consciência comum de que o atual momento é muito sensível e problemático para toda a cerâmica europeia, e especialmente para a portuguesa, em que poderá ser posta em causa a sua viabilidade e rentabilidade, deixando muitos ceramistas com dificuldades de subsistência.
Portugal é o segundo produtor mundial de cerâmica de mesa e decorativa, bem como de olaria, logo a seguir à China.