Mai
17
Sáb
Exposição Olaria Norte de Portugal @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas
Mai 17 2014@12:00 am_Jan 31 2021@12:00 am
[:pt]Exposição Olaria Norte de Portugal[:en]Pottery from Northern Portugal[:] @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas

Esta exposição é composta de peças de louça utilitária pertencentes aos mais importantes centros oleiros do norte de Portugal. Este tipo de loiça respeita à olaria destinada aos usos domésticos mais comuns e dava resposta às necessidades familiares. Aqui se encontram, portanto, peças de louça preta, louça vermelha fosca e louça vidrada de Parada de Gatim, Barcelos, Guimarães, Bisalhães, Vilar de Nantes, Selhariz, Pinela, Felgar e Gondar.

Outrora utilizada em todas as casas portuguesas, a louça utilitária começou a cair em desuso a partir da década de setenta do século passado, em detrimento dos utensílios de plástico e de metal.

 

Horário ao público:
Terça a sexta-feira: 10h00 às 17h30
Sábados, domingos e feriados: 10h00 às 12h30  | 14h00 às 17h30

*Entrada Gratuita

Jan
30
Sáb
Workshop | Oficina Permanente “Universos”
Jan 30@10:00 am_Mar 29@5:00 pm
[:pt]Workshop | Oficina Permanente "Universos"[:] @ Barcelos | Braga | Portugal

UNIVERSOS
OFICINA PERMANENTE
Na Exposição “Desnorteado”, o autor Heitor Figueiredo convida a “sair do abstracto para encontrar formas de barcos, naves e comboios, e através delas viajar pelo mundo colorido da fantasia”. É um convite ao contacto com o imaginário de cada um, alicerçado em memórias de infância ou imagens (im)possíveis de um universo fantasioso. Na Oficina Permanente “Universos” que acompanhará a exposição lançamos o desafio para a experimentação e pesquisa de formas, de novas formas, imaginadas ou reais, de inspiração momentânea pelo contacto com a obra do autor ou por inspiração de um universo fantasioso testemunha da capacidade de imaginar inerente a todo o Ser Humano. É uma oficina espontânea e permanente (dentro do horário da exposição) onde o visitante tem à disposição um conjunto de materiais que convidam à livre criação. Caso pretenda o visitante poderá trazer para o contexto da criação outros materiais que considere adequados.

AS PEÇAS
As peças realizadas no âmbito da Oficina Permanente “Universos” serão propriedade dos seus autores. Poderão ser expostas no espaço destinado para o efeito ou os autores poderão levar as peças consigo no final da visita à exposição. Neste caso convidamos os autores a enviarem para o museu uma fotografia da sua peça, através do e-mail: servicoeducativo@cm-barcelos.pt

HORÁRIO
30.Janeiro a 29.Março.2016
Oficina permanente de criação livre
Terça a Sexta-feira: das 10:00h às 17:00h
Sábado e Domingo: das 10:00h às 12:00h e das 14:00h às 17:00h

NOTA
A Oficina Permanente “Universos” está aberta a todos os visitantes, independentemente da idade. Crianças até aos 14 anos devem ser acompanhadas por um adulto.

Heitor Figueiredo
Jan 30@6:00 pm_Mar 29@5:30 pm
[:pt]Heitor Figueiredo[:] @ Barcelos | Braga | Portugal

O Museu de Olaria de Barcelos abriu as portas à arte de Heitor Figueiredo com a exposição “DESNORTEADO: uma viagem ao universo da imaginação e da fantasia”. 
O artista, que diz ter tido “as melhores recordações da cidade de Barcelos, especialmente das feiras fantásticas (onde a presença dos barros é obrigatória)”, e dos sabores da gastronomia do concelho, afirma que esta exposição só podia chamar-se DESNORTEADO porque só este título fazia sentido: “Perdi o norte, (onde nasci) há algum tempo e rumei ao sul, e recordo-me quando era ainda estudante,  de ouvir dizer, amavelmente, que as pessoas que seguiam artes eram DESNORTEADAS.”

Heitor Figueiredo é um ceramista português nascido na cidade de Braga, em 1952. Frequentou a Escola de Belas Artes e os curso da Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis e da Cooperativa Árvore, no Porto. Atualmente reside no Alentejo, onde se instalou há vários anos e onde foi fundador do Núcleo de Artes Visuais de Aljustrel.
Com as suas obras de arte, Figueiredo convida-nos a “sair do abstrato para encontrar formas de barcos, naves e comboios, e através delas viajar pelo mundo colorido da fantasia”. Ou seja, o artista “transporta-nos para um mundo de fantasia, pouco comum nos adultos. Um universo onde a imaginação é rainha e tudo é possível, desde as formas tão características do autor à sua extraordinária paleta de cores a que já nos habituou1.”
“São construções de pequena, média e grande estatura, arranha-céus inclusive, e objectos presos por um fio, na corda do arame! Mas o tempo, por outro lado, é também, para Heitor, um dos factores determinantes (os outros, também são conhecidos e actuam como aliados naturais, as humidades, a poluição…) no processo histórico de qualquer edificação e da sua própria reabilitação, porque deixa marcas profundas: corrói a cor, destrói os acabamentos, cria todo o tipo e mazelas/texturas2.”
“As cerâmicas de Heitor Figueiredo não respondem habitualmente à prévia identificação de uma forma com determinada função. Os objectos que cria podem ter várias utilidades. Interessa -lhe interrogar o espectador para que seja ele a atribuir uma função a esse objecto3.”

Com um vasto currículo, Heitor Figueiredo realizou, entre outros, um estágio de cerâmica no CENCAL (Caldas da Rainha) com os ceramistas Erich Hebberling, Francis Behets, Senya Sonob, Xoan Viqueira, e Yuji Terashirna.
Participou no X Simpósio de Esculturas em Terra, Oficinas do Convento, em Montemor-o-Novo e na Oficina Experimental Forno-Escultura com os ceramistas Nina Hole e Claus Hansen, na cidade de Montemor-o-Novo. Também esteve presente na Feira Internacional de cerâmica Milenium, em Amesterdão, nos Países Baixos.
Colaborou no II Simpósio de Esculturas em terra, Habitar 2001, Montemor-o-Novo. Participou no Simpósio Internacional de Cerâmica no Falmouth College of Arts, em Falmouth, na Inglaterra. Participou na sétima Beca Alfonso Arisa, La Rambal.
Em 2005, recebeu o Prémio Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro.

Mar
12
Sáb
J. R. Faria A Face Oculta
Mar 12@3:00 pm_4:00 pm
[:pt]J. R. Faria A Face Oculta[:] @ Barcelos | Braga | Portugal

O Museu de Olaria foi o palco escolhido para a apresentação do livro “Face Oculta”, da autora Joana Gabriela Rocha Faria.
A sessão de lançamento, realizada no dia 12 de março,  teve como orador convidado o jornalista Alberto Serra e de um representante da editora Chiado.

Nascida em 1983, Joana Gabriela da Rocha Faria é conhecida por ser detentora de uma imaginação sem limites. Apesar de na escola sempre se ter destacado nas áreas das ciências e na matemática, descobriu o prazer da leitura com os livros de J.K.Rowling. Foi nessa altura que a leitura passou a fazer parte do seu dia-a-dia. Formada em engenharia, mostra-nos, com a apresentação de “Face Oculta”, que a sua veia mais artística perdura no tempo.
Começou a escrever o seu primeiro romance de ficção em 2005. Dez anos depois, apresenta-nos uma nova história com Alexis O’Hara, residente na nostálgica cidade de Londres no ano de 2045. Uma cidade onde as problemáticas atuais como as desigualdades sociais, os crimes, a instabilidade económica, a fome, pertencem ao passado. Neste mundo, aparentemente perfeito, o ser humano alcança um dos seus maiores desejos, a longevidade acima dos 100 anos em todos os países do mundo. No entanto, rapidamente surge uma situação negligenciada por quase todos, o planeta Terra torna-se pequeno para tanta população. A vida da protagonista desta apaixonante história muda drasticamente quando a curiosidade de Alexis a leva a um submundo, onde se perdem os limites entre o bem e o mal, o certo e errado. As escolhas de Alexis condicionarão a vida de milhões de pessoas inocentes, o futuro do planeta e a sua própria vida.

Abr
9
Sáb
Exposição Geração Ramalho @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas
Abr 9@12:00 am_Dez 30@12:00 am
[:pt]Exposição Geração Ramalho[:en]“Geração Ramalho” and Júlia Ramalho 60/70 Exhibits[:] @ Rua Cónego Joaquim Gaiolas | Barcelos | Braga | Portugal

Na sala de exposições temporárias esteve patente a exposição Geração Ramalho que reuniu peças de três gerações, com alguns dos trabalhos mais representativos de Rosa Ramalho – a mais conhecida e famosa barrista de Barcelos (1888-1977); da sua neta – Júlia Ramalho, nascida em 1946; e dos filhos de Júlia e netos de Rosa – António e Teresa.

A família Ramalho contribuiu de forma indelével para a construção da identidade da olaria local e nacional onde a Arte do Figurado dos Ramalho se apresenta na sua multiplicidade de interpretações singulares.

Exposição Júlia Ramalho 60/70
Abr 9@6:30 pm_Jul 3@5:30 pm
[:pt]Exposição Júlia Ramalho 60/70[:en]Júlia Ramalho 60/70[:] @ Barcelos | Braga | Portugal

Na Sala da Capela do Museu de Olaria esteve patente a exposição Júlia Ramalho 60/70,  iniciativa que assinalou os 60 anos de carreira e 70 de idade da barrista Júlia Ramalho, neta e discípula de Rosa Ramalho.

Júlia Ramalho começou a modelar bonecos de barro aos 10 anos de idade. Lado a lado com a avó bem cedo mostrou veia criadora e apreciada técnica. Não teve vida fácil mas com persistência conseguiu o reconhecimento da sua obra e revelar-se digna sucessora do nome e dos pergaminhos da arte da avó.

Evocando uma riquíssima tradição familiar, o Presidente da República de Portugal saudou esta iniciativa do Museu de Olaria de Barcelos com a exposição dedicada à Geração Ramalho, representada também pela neta e discípula de Rosa Ramalho, a barrista Júlia Ramalho, cujo talento confirma a qualidade de mais uma geração da família Ramalho, e a quem agradece o contributo nacional de tão notável exemplo de arte popular portuguesa.

Mai
17
Ter
Dia Internacional dos Museus e Noite Europeia 2016
Mai 17@12:00 am_Mai 22@12:00 am
Jul
2
Sáb
Workshop |Pintura de Galos @ Museu de Olaria
Jul 2@2:00 pm_6:00 pm
[:pt]Workshop |Pintura de Galos[:en]Workshop Pintura de Galos[:] @ Museu de Olaria | Barcelos | Braga | Portugal

WORKSHOP | PINTURA DE GALOS

O Museu de Olaria realizou no dia 2 de julho de 2016  a 1.ª sessão do workshop de Pintura de Galos, dinamizado pelas artistas plásticas Maria José Machado e Sandra Longras, com atividades de criação/intervenção artística, no domínio da pintura, em galos tradicionais, inspirados nos artistas plásticos contemporâneos, Cruzeiro Seixas, José de Guimarães e Armanda Passos.

 

Jul
16
Sáb
Emília Viana 20 anos de cerâmica
Jul 16@3:45 pm_Set 18@4:45 pm
Jul
26
Ter
Dia Mundial dos Avós no Museu de Olaria @ Museu de Olaria
Jul 26@2:30 pm_5:00 pm
Dia Mundial dos Avós no Museu de Olaria @ Museu de Olaria | Barcelos | Braga | Portugal