Out
23
Ter
Presépios outro olhar | Casa da Cultura Alfândega da Fé
Out 23 2018@12:00 am_Jan 7 2019@12:00 am
Dez
1
Sáb
O Milagre Vindo do Céu | Oficina com Clara de Sousa Vicente
Dez 1@12:00 am_12:00 am
Dez
27
Qui
O Milagre Vindo do Céu
Dez 27 2018@12:00 am_Jan 5 2019@12:00 am
Jan
2
Qua
Revisitar o Figurado
Jan 2@12:00 am_Dez 31@12:00 am
Jan
12
Sáb
A Alma das Cores
Jan 12@12:00 am_Mar 31@12:00 am
Fev
2
Sáb
Geração Mistério
Fev 2@12:00 am_Dez 31@12:00 am
Geração Mistério

Mistérios” do Barro

Dando continuidade ao ciclo de exposições sobre as famílias barristas mais emblemáticas da região oleira de Barcelos, o Museu de Olaria abriu o ano de 2019 com um certame dedicado ao figurado da Família Mistério.

A produção de louças de barro tem contribuido, desde há muito tempo, para a subsistência económica de muitas centenas de famílias da região oleira de Barcelos, e simultaneamente “modelou” a identidade social e cultural do concelho. Curioso, é verificar-se que além da constante renovação dos barristas barcelenses, essa forma de saber-fazer colectiva não limita ou esmaga a criatividade singular, antes tem permitido o emergir de artesãos que, pelos seus traços peculiares, não só honram o artesanato das famílias de onde são provenientes como, eles mesmos, se tornam figuras de reconhecido prestígio nacional e internacional.

Nessa senda, os protagonistas da família Mistério são um excelente exemplo de como se pode conciliar a perpetuação de um nome e uma memória com o projectar de brilhantes carreiras artísticas singulares.

Mar
21
Qui
Dia Europeu da Criatividade Artística
Mar 21@12:00 am_1:00 am
Abr
9
Ter
Férias da Páscoa 2019
Abr 9@12:00 am_Abr 18@12:00 am
Abr
13
Sáb
Joaquim Esteves. Abordagens | exposição de cerâmica
Abr 13@12:00 am_Jun 29@12:00 am
Abr
24
Qua
Barcelos Cidade Criativa @ Sala Gótica - Paços do Concelho
Abr 24@12:00 am_Mai 31@12:00 am
Barcelos Cidade Criativa @ Sala Gótica - Paços do Concelho

Barcelos integrou em 2017 a Rede de Cidades Criativas da UNESCO. A existência de uma comunidade criativa local com reconhecimento nacional que desenvolve boas práticas e “know-how” que foram adquiridos ao longo de séculos.

 Assim, ao integrar a rede das cidades criativas, Barcelos pretende:  

  • Valorizar as oficinas criativas tradicionais e apoiar novas gerações de artesãos;
  • Promover a criação de estruturas de incubação e hubs criativos na cidade e de estruturas informais de apoio à atividade artística, criando mecanismos de apoio à profissionalização das áreas artísticas e criativas;
  • Fomentar projetos de interface entre domínios artísticos e criativos diversos e estimular a cooperação com outros pólos exteriores de I&D ou de produção criativa;
  • Promover um incremento da visibilidade externa da actividades artística e criativa do concelho
  • Promover o Turismo Criativo e de Experiências;
  • Potenciar o aparecimento de novas empresas criativas;
  • Potenciar uma rede que inspire, fortaleça e traga novas ideias para um mundo mais próximo e cooperante.
  • Desempenhar um papel ativo no desenvolvimento de projetos com outras cidades da rede.
  • Apostar na formação internacional através do alargamento territorial do projeto de mobilidade europeu, que desde à 5 anos tem trazido a Barcelos jovens de diversos países da Europa, numa vertente de conhecimento e aprendizagem onde se privilegiam formações e workshops nas indústrias criativas locais.
  • Estreitar laços com África particularmente com países de expressão portuguesa, no sentido de apoiar o entendimento do artesanato e da arte popular como fonte de desenvolvimento e sustentabilidade, numa perspetiva de partilha de formação e saberes.
  • Estruturar um novo paradigma de desenvolvimento.
  • Apostar no networking internacional para conferir sustentabilidade à realidade criativa local.
  • Criar valor na e para a rede das cidades criativas da UNESCO;
  • Associar Barcelos à rede das Cidades Criativas em todas as ações de promoção do território;
  • Participar em feiras, convenções e outros eventos, onde a cidade e a rede são valorizadas;
  • Desenvolver a consciência académica, da comunidade, da sociedade civil e do empreendedorismo, para a importância das artes e ofícios para o desenvolvimento local;
  • Promover a rede de cidades criativas da UNESCO, seus objetivos e princípios